quarta-feira, 30 de julho de 2008

66. Os aromas de Pessoa


Com o impressionante volume de merchandising que se faz de Fernando Pessoa, é curioso que ninguém se tenha ainda lembrado de criar uma colecção de cinco perfumes.
Os quatro heterónimos deveriam ser bastante diferentes entre si nas notas de cabeça e de coração, com uma nota de fundo comum que seria, no ortónimo, especialmente pesada.

Imagino o frasco de Alberto Caeiro: um vidro branco, transparente e liso, cilíndrico como um tronco de bétula jovem, tampa de madeira escura; o líquido cor de palha clara.
Nas notas de cabeça, hortelã-da-ribeira acabada de calcar e uma sugestão de bergamota; no coração, urze, rosmaninho e outras rescendências do início da noite mediterrânica; fundo almiscarado.

Ricardo Reis teria um frasco de vidro grosso, marfim opaco, redondo e simétrico, com 12 cms. de altura. Um "R." pintado a borgonha. Impossível descortinar a cor do líquido.
À cabeça, lírios no ponto de murchar; no coração, pêssegos, cedro, soalho gasto, folhas de plátano secas; ao fundo, tabaco frio e tinta da china.

Vejo Álvaro de Campos num frasco metálico, totalmente irregular. A preto, estilizada, uma assinatura ilegível. Nas notas de cabeça, avulta a fuligem e a limalha de ferro, com uma sugestão de limões gelados; no coração, couro novo, ópio e sisal; para o fundo, poeiras cósmicas e óleo de barcos.

Bernardo Soares desponta com café e canela; coração de alpaca e papéis velhos; sem notas de fundo próprias.

Mas Pessoa ortónimo?

quinta-feira, 24 de julho de 2008

domingo, 20 de julho de 2008

64. Ao fundo, a erva


De um amigo que foi ver o Cohen, a sms ontem







"there is a crack in everything / that's how the light gets in"



Andamos às avessas sobre a perfeição dos círculos ("forget your perfect offering"), a fenda não é sempre notória.

terça-feira, 8 de julho de 2008

63. Istanbul, UK

Antes que o tempo a injustice, fica aquela que é, provavelmente, a única versão de uma música de Tom Waits tão boa como a original: Telephone Call from Istanbul, atendida pelos Belle Chase Hotel (Fossanova, CD Bónus), na interpretação insuperável de Raquel Ralha.


terça-feira, 1 de julho de 2008

62. A fuga dos pássaros empalhados

suq


se pudesses sussurrar-me

o nome__ a rua__ a casa

e acontecesse

o que nunca esteve escrito